sábado, 30 de outubro de 2010

Dos "Cadernos de Poesia": Revelação



Os sábios abordam a realidade
pelo seu nome mais grave:
chamam-lhe a vontade de Deus.
Real é o que colhem, aqui e ali,
quando se rompe a casca
sobre o dorso da verdade.
Constrangimento? Bendito seja.
Alumbramento? Bendito seja.
E nada mais dizem os sábios,
nem lhes é perguntado.

Words by Livia Soares
Image by Christer Karlstad

9 comentários:

Analuka disse...

Que feliz surpresa, ou presente, encontro ao pousar aqui! Ótimo e lindo texto, caríssima. Deixo beijos pintados, e abraços alados, azuis.

Graça Pires disse...

Benditos sejam os poetas!
Um beijo.

momo disse...

cuanto tiempo ...voy a añadirte a mis puentes para no perderte de nuevo.
UN saludo

Lua Durand disse...

A realidade é crua.
E uma fortaleza.

Hilton Valeriano disse...

Belo poema, Lívia! Mande uma seleção de seus poemas em meu email. Será uma honra tê-la no Poesia Diversa. Um grande abraço.

Ana Isabel disse...

...i´m here!!!...ouvi o chamamento!
:)

livia soares disse...

Ana Luísa, Graça, Momo, Lua, Hilton, Ana Isabel: grata pela doce presença e pela leitura.
Nós nos veremos em breve.
Um abraço.

Hilton Valeriano disse...

Belo poemas de dimensão contemplativa! Lívia, mande uma seleção de seus poemas dessa temática para meu email, terei muita satisfação em publicá-los no Poesia Diversa. Aguardo.

livia soares disse...

Hilton,
será uma honra aparecer no Poesia Diversa. Estou organizando alguns poemas para lhe mandar.
Um abraço.